Buscar
  • Juliana Dias

Gramática da fantasia em 3 passos

Vamos explorar as possibilidades das palavras? Vamos 'vesti-las' com pedacinhos mágicos?

Esse é o jogo do PREFIXO ARBITRÁRIO.

Para Giani Rodari adicionar prefixos em algumas palavras pode ser a chave para imaginarmos e criarmos um mundo diferente. "E a utopia educa também o espírito crítico" (p.32).

Vamos lá? Que tal eu te oferecer a palavra CABIDE e você transformá-la em DESCABIDE?

O que seria um 'descabide'? É um objeto que não serve para pendurar roupas, mas, sim, para despendurá-las pelo mundo sem vitrines, sem cofres, sem segredos.

E o que dizer do DESCANHÃO que serve para desfazer a guerra?

Muitos autores/as da literatura usam esse recurso, como por exemplo, Mia Couto com 'desofanar-se' e muitos outros prefixos brincalhões.

“Por que esta mania de estrear caminhos, levantando poeira sem a devida direção? Estrada civilizada é que tem polícia, sirenes serenando os trânsitos. Caso senão, intransitam-se as vias, cada um conduzindo mais por desejo que por obediência.” (Mia Couto, 1991- Cronicando, p. 22).

Qual será seu prefixo arbitrário de hoje? O que ele faz com sua palavra escolhida solta pelo mundo?



80 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo